segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Berlim recebe o maior museu de arte dedicado ao graffiti





O Urban Nation é o maior museu dedicado à divulgação e documentação da arte de rua e do graffiti. Abriu as portas ao público esta semana com trabalhos de Blek le Rat e Ron English.
Berlim já tem um museu dedicado exclusivamente ao graffiti. O Urban Nation, no distrito de Schöneberg, abriu as portas esta semana e pretende ser a maior instituição dedicada à divulgação e documentação da arte de rua e do graffiti. A inauguração teve direito a uma exposição com cerca de 100 obras de alguns dos artistas de rua mais conhecidos, como Shepard Fairey, Blek le Rat, o artista francês considerado o pioneiro do uso de stencil no graffiti, ou Ron English. Yasha Young, diretora do museu, explicou ao The Guardian que os trabalhos reunidos no Urban Nation não foram retirados de paredes, são uma “extensão do que acontece na rua”. “A arte que temos aqui não é arte de rua e é importante mostrar que estes artistas de rua também fazem trabalhos em tela.” Além de obras de arte, como pinturas e esculturas, o espaço inclui ainda uma biblioteca, com livros e revistas raras, e outra documentação reunida pela fotógrafa Martha Cooper, que acompanha movimento há quatro décadas.
De acordo com Yasha Young, o principal objetivo do museu é ajudar o público a entender que a arte de rua não é apenas um movimento passageiro e que tem importância artística. Ao The Guardian, a diretora admitiu estar preocupada com o rumo que a arte de rua está a tomar e que pretendia que o Urban Nation “desse alguma fundamentação e integridade” ao movimento antes que este seja “engolido pela publicidade”.
Uma posição defendida também por Blek le Rat, um dos nomes fortes do catálogo do museu alemão. “O mercado é muito forte. Precisamos de alguma coisa que proteja o espírito original da arte de rua mas também de uma memória do que acontece nas ruas para as gerações futuras”, disse o francês ao jornal britânico. “Vamos ver como é que este museu muda as coisas no futuro.”
(Art. Observador de 20/09/2017, secção Cultura/Museus)

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

VILA DO CONDE


São QUATRO as nossas bibliotecas escolares
Aqui, na "minha" "casa pequena, onde tod@s cabem" o tema da montra é.........
VILA DO CONDE 



Agrupamento de Escolas D. Afonso Sanches

Hoje, chegou o outono!

ONTEM, celebrou-se o Dia Internacional da Paz

O Dia  Internacional da Paz, celebra-se anualmente a 21 de setembro
Esta iniciativa foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas(ONU) não só para sensibilizar a população para a necessidade da paz no mundo mas também para promover ações nesse sentido.
Na nossa biblioteca escolar, esta data tão importante não foi esquecida. Assim, os alunos deslocaram-se à biblioteca para participarem em sessões de reflexão acerca da paz, bem como para assistirem à leitura de livros alusivos à temática. 
Todos os alunos saíram da biblioteca com um autocolante de uma pomba branca (símbolo da paz) para colocarem ao peito. Todas as turmas saíram ainda com a capa de um livro em branco para construírem o seu próprio Livro da Paz, com a promessa de posteriormente regressarem à biblioteca para o apresentarem às restantes turmas... Que assim seja …





domingo, 16 de julho de 2017

VIVA O VERÃO

VIVA O VERÃO, 
VIVA O QUENTINHO VIVA O MAR AZUL, 
VIVA O GELADINHO! 
VIVA O TEMPO BOM E A BRISA A SOPRAR 
PARA O PAPAGAIO CONSEGUIR LANÇAR! 
 VIVA A MANGA CURTA E A PERNA À MOSTRA, 
VIVA UM SUMO FRESCO E UMA BELA TOSTA! 
VIVAM AS MIÚDAS E OS MIÚDOS TAMBÉM, 
 VAMOS PARA FÉRIAS QUE JÁ SABE BEM !!! 
Texto de Lurdes Custódio

 

... e os mais requisitados foram...


quarta-feira, 21 de junho de 2017

BEM VINDO!!!

O solstício de verão de 2017 ocorreu HOJE, dia 21 de junho, mais precisamente às 04h24 em Portugal. 
Este momento marca oficialmente o início do verão.
O que é o Solstício de Verão?
O solstício de verão é o momento em que o Sol atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do Equador, em junho no hemisfério norte, e em dezembro no hemisfério sul.O termo "solstício" vem do Latim sendo composto pelas palavras sol e sistere (que não se mexe). Visto da Terra, o sol parece parado, mantendo uma posição fixa ao nascer e ao se pôr, durante algum tempo.
Os solstício acontecem duas vezes por ano, uma vez em junho e outra em dezembro, o que define as mudanças de estação do ano juntamente com os dois equinócios. Em junho observa-se o solstício de verão, que coincide com o início do verão no hemisfério norte. No hemisfério sul acontece ao mesmo tempo o solstício de inverno.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Quadras de S. João





Cantai, Cantai, raparigas
Cantai sempre ao S. João
Porque ele paga as cantigas
Com muito bom coração.

A fonte da devoção
Lá por trás do convento
Fê-la talvez  S. João
P´rás vésperas de casamento.

Na fonte, num dos recantos
Pedi-te um beijo e a seguir
Deste-me um ... e depois tantos
Mas por fim sem os pedir.

Nosso Senhor concedeu
Ao Santo por atenção
Que se cantasse no céu
A moda do S. João.

Às vezes bota o S. Pedro
E zanga-se o S. João
E a sorrir  Nossa Senhora
Apazigua a questão.

Não tenhas medo, Maria
Pois a ninguém vou contar
Que a chorar pediste um dia
A S. João para casar.

Num pergaminho doirado
Diz uma lenda suave
S. João Baptizou Cristo
Nas águas do Rio Ave.

E foram as rndilheiras
Que fizeram ao serão
Um vestido caprichoso
Para dar ao S. João.

Em paga de tal oferta
O S. João obrigado
Resolveu casá-las todas
Com noivos de seu agrado.
  
Por isso com alegria
As rendilheiras lá vão
Festejar com brilho o dia
Do seu querido S. João.

Não vos canseis raparigas
De cantar ao S. João
Aquelas doces cantigas
Que vos dita o coração.

Quando ouve as rendilheiras
S. João de lá responde –
As raparigas mais lindas
São as de Vila do Conde.

DUARTE SILVA

O que ainda vai acontecer



21 DE JUNHO QUARTA-FEIRA
17h30 – Abertura da Feira à Moda Antiga nos jardins da Avenida Júlio Graça
21h30 – Animação tradicional nos jardins da Avenida Júlio Graça

22 DE JUNHO QUINTA-FEIRA
21h30 – Concerto de música com Rui Veloso na Praça D. João II

23 DE JUNHO SEXTA-FEIRA
09h00 – Arruamentos pelo grupo de Zés Pereiras “Os Vilacondenses”
12h00 – Romagem ao Cemitério, de saudade a todos os que se envolveram nas Festas de S. João

GRANDE NOITE DE SÃO JOÃO
22h00 – Grandiosas marchas luminosas dos Ranchos do Monte e da Praça
23h30 – Atuações dos Ranchos do Monte e da Praça no Monte do Mosteiro e na Praça de S. João, respetivamente
01h30 – Espetáculo de fogo-de-artifício, cachoeira, aquático e piromusical no estuário do rio Ave
02h00 – Atuação de artistas de música popular na Praça D. João II (Emanuel) e no Monte do Mosteiro (Duo Baila Comigo)

24 DE JUNHO SÁBADO FERIADO MUNICIPAL
10h00 – Entrada no Largo dos Artistas da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez e da Banda Nova de Fermentelos
14h30 – Concerto da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez e da Banda Nova de Fermentelos
15h30 – Eucaristia Solene em Honra de S. João Baptista, na Igreja Matriz
17h00 – Majestosa Procissão de S. João Baptista, Padroeiro de Vila do Conde
19h00 – Concerto da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez e da Banda Nova de Fermentelos
21h30 – Tradicional “Ida à Praia” dos Ranchos do Monte e da Praça
24h00 – Sessão de Fogo preso na Praça D. João II

De outra forma, com outra técnica para falar sobre a tradição




quinta-feira, 18 de maio de 2017

Descobrir, conhecer tradições...

More presentations from Ana Luisa de Beirao

A sua colaboração é muito importante!!!


Tradição secular que se realiza de quatro em quatro anos, os tapetes de flores que embelezam as ruas do Centro Histórico e atraem milhares de visitantes a Vila do Conde, são realizados por vilacondenses que, ao longo de semanas se unem para desfolhar flores.
Se não mora numa das ruas onde haverá tapetes, pode ajudar na mesma.
Venha participar nesta iniciativa - contacte o Banco Local de Voluntariado da Câmara Municipal de Vila do Conde, tel: 252248400, Dr.a Eugénia Moreira, e-mail: voluntariado@cm-viladoconde.pt 
A sua colaboração é muito importante.